Início dos Anos 80 até o Home Office

Início dos Anos 80 até o Home Office

Tempo de leitura: 1 minuto

Como foi a evolução da minha vida profissional, até chegar ao trabalho remoto?

Quem nasceu nos anos 90 pra cá, não teve a oportunidade de conhecer os equipamentos mais antigos, mas certamente conhecerão muitos outros novos que ainda virão.

O meu trabalho em escritório começou em 1980, e apenas para tarefas específicas era utilizada a MÁQUINA DE ESCREVER, porque a maioria do trabalho era feito no papel e caneta, e eram necessários muitos arquivos de aço.

Em 1985 utilizávamos o PROJETOR DE MICROFICHAS, é onde eram armazenados os dados dos clientes e outras informações importantes. Para cada informação que precisávamos, o recurso era consultar as fichas no projetor.

O TELEX surgiu para ser utilizado como correio eletrônico. O texto era gravado numa fita amarela (que ficava toda perfurada) e depois transmitida para o destinatário.

Ainda nos anos 80, utilizávamos os TERMINAIS BURROS (da IBM), que serviram para armazenar todas as informações da empresa (dados de clientes, de colaboradores, etc.), e também funcionava como correio eletrônico.

Na mesma década, quando o primeiro COMPUTADOR chegou na empresa (um 286) parecia um equipamento de outro mundo, no início apenas uma pessoa podia utilizá-lo para elaboração de planilhas eletrônicas, através do aplicativo Lotus.

Já nos anos 90, cada colaborador tinha o seu DESKTOP, que com os modernos aplicativos substituiu muito papel, caneta, carbono, fichas, bobinas pra calculadora, agenda, entre outros.

As máquinas foram ficando mais compactas, e assim surgiu o NOTEBOOK, com aplicativos cada vez mais funcionais e que hoje utilizo para a maior parte do meu trabalho.

Mas, para auxiliar no trabalho remoto, surgiu o TABLET. Com um tamanho que cabe na minha bolsa, utilizo principalmente nos deslocamentos para alguma reunião e viagens. Assim, nunca me desconecto.

O que mais virá por aí, além das novas versões de computadores, tablets, smartphones e smartwatches?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *